Adenovírus

Você está aqui:
Adenovírus são vírus da família Adenoviridae. Estão associados com o desenvolvimento de doenças no trato respiratório, conjuntivite e gastroenterite.
Ilustração do adenovírus
Adenovírus são vírus não envelopados, de simetria icosaédrica e pertencentes à família Adenoviridae.

Adenovírus são vírus conhecidos, principalmente, pelas infecções respiratórias que provocam. Com os rinovírus, coronavírus e outros, destacam-se como um dos mais frequentes agentes causadores do resfriado comum. Entretanto, além de estarem relacionados com essa infecção, os adenovírus também são agentes causadores de conjuntivite, diarreia, pneumonia e cistite.

Eles podem ser transmitidos de diferentes formas, sendo possível adquirir o vírus pela via fecal-oral, por meio de aerossóis e do contato com pessoas contaminadas. Objetos contaminados também são fonte de transmissão do vírus. Até o momento, não há tratamento para doenças provocadas por adenovírus, sendo elas apenas sintomáticas.

Confira nossa videoaula: Vírus

Resumo sobre adenovírus

  • Adenovírus são vírus não envelopados, de DNA dupla fita e simetria icosaédrica.

  • Fazem parte da família Adenoviridae, a qual inclui quatro gêneros.

  • Podem infectar diferentes vertebrados, incluindo mamíferos, como seres humanos.

  • Nos seres humanos, relacionam-se com doenças no trato respiratório, conjuntivite e gastroenterite.

  • Podem ser transmitidos pela via fecal-oral, por meio de aerossóis ou do contato com pessoas contaminadas.

  • Até o momento, não há tratamento específico para doenças provocada por eles.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que são adenovírus?

Adenovírus são vírus pertencentes à família Adenoviridae. São vírus não envelopados, que possuem simetria icosaédrica e um genoma de DNA de fita dupla. Na família Adenoviridae, observa-se quatro gêneros, responsáveis por infectar diferentes grupos de vertebrados. O gênero Mastadenovirus é específico de mamíferos, contendo as espécies responsáveis por provocar doenças em seres humanos.

Os adenovírus podem infectar pessoas de diferentes idades, entretanto, costumam provocar doenças principalmente em crianças e pessoas imunocomprometidas. Neste último grupo, as infecções por adenovírus podem se tornar graves, uma vez que o sistema imune do paciente não é capaz de defender o organismo de maneira eficiente. Em alguns casos, pacientes imunocomprometidos podem ter doenças que evoluem para hepatite e pneumonia.

Os adenovírus foram descobertos no ano de 1953. Na ocasião, Rowe e colaboradores estavam tentando estabelecer o agente etiológico causador de infecção respiratória aguda. Eles então encontraram um agente que apresentava capacidade de causar degeneração celular.

Posteriormente, no ano de 1954, Hilleman e Werne estavam estudando uma infecção respiratória em recrutas e isolaram um agente similar ao identificado por Rowe e colaboradores. No ano de 1956, esse agente passou a ser denominado adenovírus, uma vez que foi inicialmente observado por Rowe e colaboradores em cultura celular derivada de tecido da adenoide.

Leia mais: Pneumonia — inflamação aguda nos pulmões que pode ser causada, por exemplo, por infecções virais

Infecções por adenovírus

Adenovírus podem infectar uma grande quantidade de tecidos em nosso corpo, acometendo regiões como trato respiratório, trato gastrointestinal e a conjuntiva. Desse modo, estão relacionados com diferentes problemas de saúde, dentre os quais podemos citar: resfriado comum, conjuntivite, cistite hemorrágica, meningoencefalite, diarreia em crianças, e pneumonias fatais em neonatos.

Olhos humanos masculinos, e um deles com conjuntivite
A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, uma membrana fina encontrada na parte da frente do olho. Os adenovírus são um dos agentes que podem provocar essa inflamação.
  • Hepatite misteriosa em crianças

No ano de 2022, os adenovírus ganharam os noticiários mundiais ao serem associados com um surto de uma hepatite misteriosa em crianças que atingiu vários países, sobretudo países da Europa e os Estados Unidos. Apesar de não serem um agente comum causador da hepatite, há relatos de casos raros de infecções por adenovírus em que foi observado o desenvolvimento dessa inflamação no fígado. Até maio de 2022, a causa da hepatite ainda não havia sido confirmada, e, apesar da suspeita de infecção por adenovírus, outras hipóteses ainda estavam sendo consideradas.

Um outro agente em investigação é o SARS-CoV-2, o vírus causador da covid-19. Vale salientar que, apesar de haver uma suspeita em relação ao vírus, a relação da hepatite misteriosa com a vacina contra covid-19 já foi descartada. Foi possível desconsiderar essa hipótese, pois a maioria das crianças que desenvolveram o problema não havia sido vacinada.

Leia mais: Viroses — doenças causadas por vírus

Transmissão dos adenovírus

Os adenovírus podem ser transmitidos de diferentes formas, sendo possível adquirir o vírus pela via fecal-oral, por meio de aerossóis ou do contato com pessoas contaminadas. Vale salientar que o vírus pode permanecer em objetos como brinquedos, maçanetas e outras superfícies, sendo o contato com esses materiais também uma forma de transmissão.

Lavar sempre as mãos, principalmente antes de se alimentar e após ir ao banheiro, é uma forma importante de diminuir a propagação de adenovírus. Além disso, ao tossir e espirrar, é importante cobrir a boca e o nariz de modo a evitar que partículas sejam eliminadas no ambiente.

Sintomas das infecções por adenovírus

Geralmente, as infecções causadas por adenovírus são assintomáticas. Os sintomas, quando surgem, de maneira geral, são leves e dependem da área afetada pelo vírus. Tosse, obstrução nasal, coriza, dor de garganta e espirros podem ser observados naqueles que apresentam infecção das vias aéreas. Em casos de conjuntivite por adenovírus, o paciente pode apresentar vermelhidão nos olhos, lacrimejamento, desconforto ocular e fotofobia. No caso de infecções do trato intestinal, sintomas como vômito, diarreia, e dor de barriga podem surgir.

Tratamento das infecções por adenovírus

Até o momento, não há tratamento específico para doenças provocadas por adenovírus, sendo realizado apenas o controle dos sintomas apresentados pelo indivíduo. Em geral, é recomendado que o paciente se hidrate bem e permaneça em repouso. É o sistema imune do indivíduo que se encarregará de eliminar o vírus do organismo.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados