Xilema

Você está aqui:
O xilema é constituído por células cilíndricas que formam tubos contínuos por toda a planta
O xilema é constituído por células cilíndricas que formam tubos contínuos por toda a planta

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

O xilema, ou lenho, são vasos – denominados de vasos lenhosos – que conduzem água e sais minerais da raiz para as folhas. Esses vasos são constituídos por células cilíndricas que formam tubos contínuos por toda a planta.

→ Constituição do xilema

O xilema é constituído por tecidos formados por diversos tipos celulares, como as células parenquimáticas (que armazenam substâncias, como água e solutos), fibras (responsáveis pela rigidez e flexibilidade da madeira), além dos seguintes elementos condutores ou vasos lenhosos:

  • Traqueídes: células longas e delgadas que apresentam algumas regiões da parede sem deposição de lignina (pontuações), o que torna essa parede mais fina e por onde a água passa.
  • Elementos de vaso: células largas, curtas e com parede mais fina que as traqueídes. Elas apresentam regiões sem parede celular, permitindo a passagem da água.
  • As paredes dos vasos lenhosos possuem em sua constituição celulose e lignina, o que faz com que essas paredes sejam reforçadas. Nas plantas jovens, a lignina proporciona maior elasticidade à parede. Entre os vasos lenhosos, existem espaços que são preenchidos por células parenquimáticas e por fibras de esclerênquima.
Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Função do xilema

Além do transporte da seiva bruta (água e sais minerais) da raiz para as folhas, essencial para o desenvolvimento das plantas de maior porte no ambiente terrestre, o xilema também atua na sustentação da planta e no armazenamento de nutrientes, possibilitados pela presença de células parenquimáticas e fibras de esclerênquima entre os vasos lenhosos.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: