Pneumonia

Você está aqui:

Pneumonia é uma inflamação aguda dos pulmões. Ela pode ser causada por inúmeros fatores como a inalação de produtos tóxicos ou infecções virais, bacterianas ou fúngicas. Alguns fatores de risco estão associados às pneumonias, como o tabagismo e uso de ar condicionado. De acordo com a forma de aquisição, a pneumonia pode ser classificada em comunitária e hospitalar. É importante destacar que, embora qualquer pessoa possa desenvolver a doença, esta apresenta uma prevalência em idosos, além de ser a principal causa de mortes em crianças com menos de 5 anos de idade.

Os sintomas da pneumonia podem variar conforme o agente causador, no entanto, geralmente é comum o doente apresentar febre alta, dor no peito, falta de ar e tosse com secreção. O diagnóstico é realizado através de exame clínico, laboratorial e de imagem. O tratamento da pneumonia é realizado de acordo com o agente causador e uma das formas de prevenção é a vacinação. A Organização Mundial de Saúde (OMS) propôs o dia 12 de novembro como o Dia Mundial da Pneumonia, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção desta doença.

Leia também: COVID-19, uma doença que pode causar pneumonia.

O que é pneumonia?

Pneumonia é uma inflamação aguda que acomete os pulmões. Os pulmões são órgãos relacionados ao processo de respiração. Nele estão contidos milhões de alvéolos, estruturas onde ocorrem as trocas gasosas (hematose). Os alvéolos são bolsas presentes na última porção da árvore brônquica, apresentando paredes constituídas por tecido epitelial fino apoiado em tecido conjuntivo rico em capilares sanguíneos. A pneumonia ocorre devido a penetração de agentes irritantes, como substâncias tóxicas, ou infecciosos, como vírus, fungos e bactérias, nas vias respiratórias acometendo, geralmente, os alvéolos. A inflamação ocorre como uma resposta do organismo à ação destes agentes.

Acesse também: Sistema respiratório

A pneumonia é uma inflamação nos pulmões que pode ser causada por diferentes agentes, como vírus, bactérias e fungos.
A pneumonia é uma inflamação nos pulmões que pode ser causada por diferentes agentes, como vírus, bactérias e fungos.

A pneumonia pode acometer indivíduos de qualquer idade. No entanto, crianças menores de 5 anos e idosos são muito afetados e merecem atenção especial. De acordo com a OMS, a pneumonia é a principal causa de mortes de crianças menores de 5 anos em todo o mundo. No ano de 2009, a OMS propôs o dia 12 de novembro como o Dia Mundial da Pneumonia. Este dia tem como objetivo conscientizar a população sobra a importância da prevenção contra esta doença.

A pneumonia pode ser classificada de duas formas de acordo com a forma de aquisição:

  • Pneumonia comunitária: quando é adquirida fora do ambiente hospitalar ou nas primeiras 48 horas de internação.

  • Pneumonia hospitalar: ocorre após 48 horas de internação ou até 15 dias após a alta hospitalar. No entanto, pode-se classificar também como pneumonia hospitalar, se esta ocorrer num período inferior a 48 horas, quando o paciente esteve hospitalizado por mais de 2 dias nos últimos 90 dias antes da nova internação, quando estes vivem em casas de repouso, em casos onde receberam antibioticoterapia endovenosa recentemente, quimioterapia ou curativos nos últimos 30 dias e pacientes dialisados.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas da pneumonia

Dentre os sintomas que se manifestam decorrentes da pneumonia podemos citar:

  • Febre alta;

  • Tosse com secreção;

  • Secreção de cor amarelada ou esverdeada;

  • Dor no tórax;

  • Cansaço e fadiga ;

  • Falta de ar;

  • Alterações da pressão arterial;

  • Confusão mental;

  • Toxemia (excesso de toxinas no sangue).

Diagnóstico e tratamento da pneumonia

O diagnóstico da pneumonia é realizado através de análise dos sintomas do paciente, auscultação dos pulmões, exames laboratoriais e de imagem. O exame de imagem mais comumente realizado é a radiografia dos pulmões. Este exame não ajuda não apenas no diagnóstico, mas também na avaliação da gravidade da doença e se o paciente está respondendo bem ao tratamento. Dentre os exames laboratoriais podemos citar o hemograma. O hemograma, assim como a radiografia, além de auxiliar no diagnóstico, permite avaliar a gravidade da doença. Além disso, podem ser solicitados exames complementares para identificar ao agente causador da pneumonia.

O tipo de tratamento realizado para a pneumonia depende do agente causador da doença. Em pneumonias causadas por bactérias, por exemplo, o tratamento é realizado com uso de antibióticos. Já em pneumonias virais, são utilizados medicamentos para o alívio dos sintomas e, em alguns casos, medicamentos antivirais. A pneumonia deve ser tratada de forma adequada, pois ela pode evoluir para um quadro mais grave, podendo, inclusive, levar o paciente à óbito.

Exames de imagem, como a radiografia pulmonar, são essenciais para a realização do diagnóstico de pneumonia.
Exames de imagem, como a radiografia pulmonar, são essenciais para a realização do diagnóstico de pneumonia.

Fatores de risco da pneumonia

Alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da pneumonia. Dentre estes fatores podemos citar: o tabagismo, devido a reação inflamatória causada por substâncias presentes no cigarro e que acaba contribuindo para a instalação de agentes infecciosos; Uso de álcool, pois pode afetar o sistema imunológico; Uso de ar condicionado, pois deixa o ar seco facilitando a infecção por alguns agentes como vírus e bactérias; mudanças bruscas de temperatura, devido a queda da imunidade, o que facilita o surgimento de infecções; gripes e resfriados mal tratados.

Veja também: Diferenças entre gripe e resfriado

Prevenção da pneumonia

Algumas atitudes podem ajudar a prevenir a pneumonia, como:

  • Lavar sempre as mãos;

  • Evitar aglomerações;

  • Evitar o tabagismo;

  • Evitar o consumo excessivo de álcool;

  • Manter ar condicionado em condições adequadas;

  • Evitar mudanças bruscas de temperatura;

  • Vacinar-se. A vacina contra pneumonia pneumocócica ajuda a prevenir formas graves de pneumonia. A vacina contra a pneumonia é recomendada para crianças menores de seis anos e idosos acima de 50, principalmente, acima de 60 anos. Estes são os grupos mais afetados pela pneumonia. Além disso, casos especiais, como pessoas com doenças crônicas, devem vacinar-se independente da idade. A vacina contra a gripe também é um aliado na prevenção contra esta doença.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados