Dores no estômago: Como evitar?

Você está aqui:
As dores de estômago podem ser consequência de uma alimentação inadequada
As dores de estômago podem ser consequência de uma alimentação inadequada

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

As dores de estômago são comuns nos dias atuais, principalmente por causa de uma alimentação desequilibrada e do estresse comum do dia a dia, que desencadeiam problemas que afetam o órgão. A seguir conheceremos alguns dos principais fatores que atingem o estômago e como podemos melhorar as dores resultantes que tanto causam desconforto.

Problemas que ocasionam dor de estômago

Diversas doenças podem desencadear dores no estômago, como gastrite, úlcera, refluxo, gastroenterite e diversos tipos de câncer. Esses problemas possuem relação direta com uma alimentação inadequada, ingestão de pouca água, estresse, uso de medicamentos, fumo, bebidas alcoólicas, ansiedade, entre outros.

A dor de estômago é bastante comum e pode revelar a existência de alguns problemas graves, como os citados acima, ou ocorrer por causa da ingestão de algum alimento que provocou intoxicação. Nesse caso, as dores estomacais podem ser acompanhadas de vômito e diarreia.

Como diminuir e evitar as dores de estômago?

As dores de estômago são, muitas vezes, tratadas com produtos naturais, entretanto, nem sempre sabemos as doses exatas que devem ser tomadas ou se há pesquisas científicas que indiquem a eficácia de um produto. O chá de boldo, por exemplo, apesar de ter ações terapêuticas comprovadas, pode causar danos se for tomado em grande quantidade.

O ideal, portanto, é evitar tratar as dores de estômago por conta própria, seja com produtos naturais, seja com remédios vendidos em farmácias, tais como anti-inflamatórios. Esses medicamentos podem desencadear acidez no estômago, por exemplo, e piorar as dores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Diminuir ou evitar as dores do estômago é bastante simples. Primeiramente, é necessário alimentar-se bem e nos horários adequados, nunca ficando muito tempo sem comer. É importante também que a dieta seja balanceada, logo, evite alimentos muito gordurosos ou muito calóricos e nunca consuma grande quantidade de comida. Dormir após se alimentar também é um grave erro que pode piorar as dores no estômago.

Outro ponto importante é evitar cigarro e bebidas alcoólicas, pois eles provocam muita irritação ao sistema digestório. Além disso, a ingestão de água é importante para ajudar na digestão.

Praticar atividades que diminuam o estresse também ajuda a eliminar as dores no estômago. Muitas vezes, o psicológico está afetando essa parte do corpo, sendo fundamental diminuir um pouco o ritmo do dia a dia.

Caso as dores de estômago sejam constantes, é importante procurar um médico para que ele indique o tratamento adequado. Algumas vezes a dor é encarada pelo paciente como um simples desconforto, mas pode ser reflexo de problemas sérios que podem agravar-se sem o devido tratamento.

Atenção: Ao sentir dores fortes e/ou constantes no estômago, procure o médico. Somente esse profissional está apto a indicar medicamentos e a avaliar a gravidade da situação.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: