Variante delta da covid-19

Você está aqui:
Variante delta é uma variante da covid-19 que causa preocupação devido a sua capacidade de transmissão. Usar máscaras, higienizar as mãos e vacinar-se ajudam na prevenção.
A variante delta foi detectada pela primeira vez na Índia.
A variante delta foi detectada pela primeira vez na Índia.

Variante delta é uma variante do vírus causador da covid-19, o SARS-CoV-2. Ela se caracteriza por possuir uma maior capacidade de transmissão. Devido a essa capacidade, a variante é vista como preocupante, uma vez que pode ocasionar o aumento de casos da doença e levar os sistemas de saúde novamente ao colapso.

Até o momento, não se sabe se a variante delta pode ser considerada mais letal. Entretanto, por ser capaz de contaminar mais pessoas, ela pode ser responsável por um aumento no número de mortes. As vacinas disponíveis são eficazes na prevenção contra a variante, e, portanto, uma maior velocidade na liberação delas é essencial para barrar essa ameaça.

Leia também: Segunda onda de covid-19 no Brasil

Resumo sobre variante delta da covid-19

  • A variante delta ou variante B.1.617.2 é uma das variantes do vírus causador da covid-19.

  • A variante delta apresenta maior capacidade de transmissão.

  • O aumento do número de casos pela variante delta pode levar a um aumento do número mortes. Isso não significa, no entanto, que a variante é mais letal.

  • As vacinas são eficazes contra a variante delta, entretanto, é importante receber as duas doses da vacina para garantir maior proteção (com exceção da Janssen, administrada em dose única).

  • Mesmo após a vacinação, é importante manter cuidados como evitar aglomerações, usar máscaras e higienizar adequadamente as mãos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é a variante delta da covid-19?

A variante delta ou variante B.1.617.2 é uma das variantes do vírus SARS-CoV-2, causador da covid-19. Ela foi identificada pela primeira vez em outubro de 2020 na Índia e atualmente é encontrada em várias partes do mundo, incluindo o Brasil.

Variantes surgem em decorrência de mutações genéticas, que levam a mudanças no vírus. Algumas dessas mutações podem ser vantajosas e fazer com que o vírus se torne mais eficiente para infectar as células. Isso foi o que ocorreu com a variante delta. Ela apresenta mutações em seu genoma na região responsável por orientar a produção de uma proteína chamada proteína S ou Spike.

Essa proteína está associada à capacidade do vírus de se aderir à célula humana. Com a mutação existente na variante delta, ela conseguiu aumentar sua capacidade de adesão, garantindo-se maior capacidade de transmissão. Além disso, essas modificações na proteína garantiram-lhe maior capacidade de escape do sistema imune.

Preocupações com a variante delta da covid-19

A variante delta é uma das variantes do vírus causador da covid-19 que causam maior preocupação devido ao fato de ser mais transmissível que outras já detectadas. Estima-se que a variante delta seja cerca de 60% mais transmissível que a identificada no Reino Unido, conhecida como variante alfa (B1.1.7). A grande capacidade de transmissão dessa variante causa preocupação em todo o mundo, uma vez que pode causar um aumento no número de casos da doença e, consequentemente, mais mortes.

A maior preocupação com o número de mortes está no fato de que a variante delta infecta uma quantidade maior de pessoas que as outras variantes. Isso não significa que essa variante é mais letal ou provoca quadros mais graves da doença. No entanto, o Centro de Controle de Doenças norte-americano (CDC) publicou informações sobre a variante e afirma que alguns dados sugerem que ela pode causar doenças mais graves do que as cepas anteriores em pessoas não vacinadas. Esse ponto ainda é discutido entre especialistas.

Outro pronto que causa preocupação em relação à variante delta está no fato de que ela apresenta capacidade de escape imunológico sobre as defesas adquiridas pelo indivíduo após ele ter contraído covid-19. Isso significa que ela é capaz de provocar casos de reinfecção.

As vacinas e a variante delta da covid-19

Mão com luvas segurando a vacina da covid-19 e uma seringa; ao fundo, ilutração representativa da variante delta.
Até o momento, as vacinas são eficazes contra a variante delta.

Muitas pessoas estão preocupadas com a eficácia da vacina contra covid-19 em relação à variante delta. Até o momento, estudos indicam que as vacinas disponíveis apresentam eficácia contra a variante, entretanto, essa eficácia é um pouco menor quando comparada a de outras linhagens do vírus.

Vale salientar ainda que uma eficácia maior da vacina é conseguida apenas após a administração da segunda dose (com exceção da Janssen, administrada em dose única), sendo fundamental que as pessoas completem seu esquema vacinal para garantirem maior proteção.

É importante ter em mente que nenhuma vacina apresenta eficácia de 100%. Isso significa que algumas pessoas vacinadas poderão adquirir a covid-19, entretanto, quadros mais leves são observados nessas pessoas mesmo quando infectadas pela variante delta.

Leia mais: Distanciamento social - objetiva limitar o convívio social e, assim, reduzir a propagação de uma doença

Prevenção contra a variante delta da covid-19

Com o avanço da pandemia de covid-19, foi possível perceber que muitas pessoas passaram a diminuir os seus cuidados com a doença. Apesar de observarmos uma queda no número de mortes e a vacinação estar avançada em muitas regiões, os cuidados ainda devem ser os mesmos. A variante delta surgiu nesse cenário, mostrando-nos que a pandemia ainda não acabou e mesmo pessoas vacinadas estão sujeitas à infecção.

Para se proteger da variante delta e outras variantes da covid-19, é fundamental que medidas como usar máscara, manter a distância física de outras pessoas, evitar aglomerações e higienizar sempre as mãos sejam adotadas. É importante também que todos os grupos aptos a receber a vacina procurem os postos de vacinação na data adequada e que não se esqueçam de tomar a segunda dose.

Por Vanessa Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados