Metabolismo

Você está aqui:

Metabolismo é o nome dado ao conjunto de todas as reações que ocorrem no organismo. Essas inúmeras reações são reguladas e catalisadas por enzimas. Dentre as funções do metabolismo, podemos destacar a obtenção de energia. Existem dois grandes processos metabólicos, o catabolismo e o anabolismo. A seguir falaremos mais sobre o metabolismo, a sua importância e os seus processos.

Leia mais: Amido: importância e características

O que é o metabolismo?

O metabolismo é o conjunto de todas as reações que ocorrem no organismo para controlar os recursos materiais e energéticos, de forma a suprir as suas necessidades estruturais e energéticas.

Essas reações são catalizadas por diversas enzimas e têm como objetivos: obtenção de energia química; conversão das moléculas dos nutrientes em precursoras de macronutrientes, como aminoácidos, bases nitrogenadas, açúcares e ácidos graxos; produção de macromoléculas, como proteínas, ácidos nucleicos, polissacarídios e lipídios; síntese e degradação de biomoléculas especializadas.

A produção de ATP é uma das finalidades do metabolismo. O ATP é uma molécula que fornece energia para a realização de diversas reações.
A produção de ATP é uma das finalidades do metabolismo. O ATP é uma molécula que fornece energia para a realização de diversas reações.

Tipos de metabolismo

As reações do metabolismo estão reunidas em duas vias metabólicas, o catabolismo e o anabolismo.

1. Catabolismo: também chamado de via degradativa, é um processo contínuo e compreende as reações que promovem a degradação das moléculas complexas em produtos mais simples, com a liberação de energia. A energia liberada pela via catabólica é utilizada pelo organismo para a realização das mais diversas atividades. As vias catabólicas podem ser classificadas como metabolismo aeróbico e metabolismo anaeróbico, como veremos a seguir:

  • Metabolismo aeróbico: As reações ocorrem na presença de oxigênio, que, nas cadeias respiratórias, funciona como aceitador final de elétrons e combina-se com o hidrogênio para formar água. No metabolismo aeróbico, os produtos finais das reações são água e gás carbônico.

  • Metabolismo anaeróbico: As reações ocorrem na ausência de oxigênio. Os aceitadores finais de elétrons nesse tipo de metabolismo podem ser íons nitrato, sulfato, fumarato e também a amônia. Dentre os produtos finais dessas reações, podemos destacar o lactato (fermentação láctica) e o etanol (fermentação alcoólica).

O saldo final de energia produzida no metabolismo aeróbico é maior do que no anaeróbico.

2. Anabolismo: também chamado de via biossintética, compreende as reações nas quais moléculas complexas são produzidas a partir de moléculas simples. Para que as reações ocorram, é necessário o consumo de energia. O anabolismo é essencial, por exemplo, para o processo de crescimento e manutenção do organismo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As vias metabólicas são irreversíveis, distintas, entretanto, interligadas. A energia liberada no processo de degradação das moléculas (via catabólica ou degradativa) é utilizada para a síntese de biomoléculas (via anabólica ou biossintética) e outras reações.

Além da energia, a quebra de moléculas orgânicas libera carbono, que pode ser utilizado na síntese de biomoléculas. Compostos intermediários de processos como o ciclo do ácido cítrico (um dos processo que ocorrem na respiração celular) também podem ser utilizados nas vias anabólicas como precursores para a síntese de biomoléculas.

Metabolismo energético

O metabolismo energético compreende o conjunto de reações que envolvem trocas energéticas no organismo. Para que essas reações ocorram, são necessários substratos energéticos, que são provenientes da alimentação. As principais fontes de energia utilizadas nessas reações são os carboidratos, os lipídios e as proteínas.

As moléculas provenientes do processo de digestão dos alimentos são encaminhadas para as células, onde são oxidadas, produzindo energia.
As moléculas provenientes do processo de digestão dos alimentos são encaminhadas para as células, onde são oxidadas, produzindo energia.

No processo de digestão, os alimentos são quebrados em moléculas menores e absorvidos, indo para a corrente sanguínea. A partir da corrente sanguínea, são deslocados para vários tecidos e, nas células são oxidados, produzindo, assim, energia. Para que haja a completa degradação das moléculas obtidas por meio da alimentação em CO2 e H2O, com maior produção de energia, é necessária a presença de oxigênio.

O excesso desses substratos, quando não utilizados, pode ser armazenado nas mais diversas formas pelo organismo. Os carboidratos, por exemplo, podem ser armazenados na forma de glicogênio no fígado e serem utilizados quando o organismo não consumir uma quantidade dessa substância suficiente para a produção de energia. Além de fornecer energia, os alimentos fornecem os precursores para a síntese de biomoléculas, como os aminoácidos essenciais.

A produção de energia é responsável pela liberação de calor, que será utilizado para a manutenção da temperatura corporal, e pela produção de ATP (trifosfato de adenosina). O ATP é uma molécula que participa de inúmeros processos metabólicos, fornecendo energia para a sua realização. A liberação de energia ocorre pela conversão do ATP em ADP (difosfato de adenosina) e fosfato inorgânico.

Acesse também: Alimentação saudável: informações importantes sobre esse assunto

Metabolismo basal

O metabolismo basal é a quantidade de energia que o organismo necessita para realizar as mais diversas funções. Cerca de 75% da energia produzida a partir da alimentação é utilizada para a realização das funções vitais do organismo, como a respiração, atividades do sistema nervoso e circulação.

A taxa de metabolismo basal pode variar de acordo, por exemplo, com o sexo e a idade.
A taxa de metabolismo basal pode variar de acordo, por exemplo, com o sexo e a idade.

Alguns fatores influenciam a quantidade de energia a ser gasta pelo organismo. Indivíduos mais jovens, por exemplo, apresentam um gasto maior de energia para o seu crescimento. As mulheres, em virtude da menor porcentagem de massa muscular e da ação dos hormônios femininos, apresentam menor taxa metabólica basal que os homens.

Resumo sobre metabolismo

  • O metabolismo é o conjunto de todas as reações que ocorrem no organismo, controlando os recursos materiais e energéticos, de forma a suprir as suas necessidades estruturais e energéticas;

  • As reações do metabolismo estão reunidas em duas vias metabólicas, o catabolismo e o anabolismo;

  • O catabolismo degrada moléculas complexas em produtos mais simples, com a liberação de energia;

  • O catabolismo pode ser dividido em metabolismo aeróbico e anaeróbico;

  • O anabolismo sintetiza moléculas complexas a partir de moléculas simples;

  • O metabolismo energético compreende o conjunto de reações que envolvem trocas energéticas no organismo;

  • A produção de energia é responsável pela liberação de calor e produção de ATP;

  • O metabolismo basal é a quantidade de energia que o organismo necessita para realizar as mais diversas funções.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados