Quarentena

Você está aqui:

Quarentena é uma medida de saúde pública utilizada para impedir a disseminação de doenças com grande transmissibilidade. Quando submetidas a uma quarentena, pessoas saudáveis, mas que tiveram contato com doentes ou estiveram em regiões de surtos epidêmicos, têm sua liberdade de trânsito restrita na tentativa de impedir a disseminação de uma determinada doença.

Na história da humanidade, já houve diversos momentos em que foram estabelecidas quarentenas em razão do surgimento e propagação de algumas doenças. Esse é o caso recente de Wuhan, na China. A quarentena foi instaurada nessa cidade após o surgimento da doença Covid-19, causada pelo novo coronavírus.

A cidade de Wuhan entrou em quarentena após o surgimento de casos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.
A cidade de Wuhan entrou em quarentena após o surgimento de casos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O que é quarentena?

A quarentena consiste em um período em que pessoas saudáveis, mas que estiveram expostas a uma doença transmissível, seja por contato com um doente, seja por estar em regiões de surtos epidêmicos, têm sua liberdade de trânsito limitada. A quarentena também pode ser estabelecida para animais.

Embora o nome remeta a um período de quarenta dias, a duração da quarentena é determinada com base no período de incubação da doença, ou seja, o tempo que a doença leva para se manifestar. Essa medida de saúde pública busca, assim, controlar a disseminação da doença.

Embora a quarentena seja realizada principalmente em casos de surtos de doenças de grande transmissibilidade, essa prática é alvo de algumas críticas. Alguns autores consideram que a quarentena não seja algo realmente eficaz para conter a transmissão de doenças em casos de grandes surtos. Além disso, esse processo gera o questionamento de até onde vai o limite entre a proteção e o direito de liberdade do indivíduo.

Leia também: Hanseníase – doença contagiosa causada pelo bacilo de Hansen

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Diferença entre quarentena e isolamento

A quarentena diferencia-se do isolamento porque restringe o trânsito de pessoas sadias que teriam sido expostas a um agente infeccioso, podendo estar contaminadas. Já o isolamento é a separação dos indivíduos doentes, portadores de doenças contagiosas. O objetivo das duas medidas, no entanto, é o mesmo: evitar a propagação de determinada doença.

No isolamento, os portadores de doenças contagiosas são tratados separadamente.
No isolamento, os portadores de doenças contagiosas são tratados separadamente.

Origem da quarentena

Não se sabe exatamente a origem da quarentena, no entanto, o período de reclusão de 40 dias tem origem na China, quando se estudavam formas de vacinação contra a varíola. Era observado que as crostas extraídas dos doentes ficavam infectantes por cerca de 40 dias durante o inverno. Com isso, estipularam esse mesmo período de tempo para evitar a propagação de diversas outras doenças, bem como para práticas de purificação.

Na Idade Média, a prática da quarentena foi adotada durante o início da peste negra, isolando-se, por exemplo, viajantes oriundos de regiões onde ocorriam a doença por cerca de 40 dias. No entanto, quando a doença se espalhou de fato, desencadeando o surto, essa prática foi temporariamente abandonada. Alguns registros também apontam o estabelecimento de quarentena pelo governo britânico no século XVIII como forma de conter o avanço da peste negra.

Veja também: Cólera – doença infecciosa transmitida, principalmente, pela água

Casos recentes de quarentena

→ Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars)

Essa doença é causada pelo vírus SARS-CoV e teve seus primeiros registros de casos no ano de 2002, na China. No ano de 2003, o governo de Pequim estabeleceu uma quarentena na qual proibiu cerca de quatro mil pessoas, que tiveram contato próximo com suspeitos de terem a doença, de saírem de suas casas, em uma tentativa de evitar a propagação da doença. A Sars causou a morte de cerca de 800 pessoas.

→ Covid-19 (Novo coronavírus)

A partir do dia 23 de janeiro de 2020, a cidade de Wuhan, na China, entrou em uma quarentena como forma de se evitar a propagação de uma nova enfermidade, a Covid-19, causada por uma novo vírus da família coronavírus, identificado no início do ano de 2020. Até o dia 14 de fevereiro de 2020, a Covid-19 já havia levado a óbito cerca de 1.380 pessoas.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados