Origem e estrutura das sementes

Você está aqui:
A estrutura das sementes é constituída pelo embrião da planta revestido com seu suprimento nutricional. Sua origem decorre da fecundação da oosfera contida no óvulo.

As sementes consistem no embrião da planta revestido com seu suprimento nutricional, geralmente o endosperma. No entanto, algumas sementes não apresentam endosperma, pois o embrião faz uso dele durante o seu processo de formação. As sementes são consideradas como unidades reprodutivas das espermatófitas (plantas que produzem sementes – gimnospermas e angiospermas).

As sementes são responsáveis pelo sucesso das plantas no ambiente terrestre, pois podem ser transportadas a grandes distâncias, contribuindo, assim, com a dispersão da espécies. Elas podem permanecer dormentes até que as condições ambientais estejam favoráveis para a germinação e protegem o embrião contra a perda de água, mantendo-o junto a um suprimento nutricional que garante o seu crescimento inicial.

Origem e partes das sementes

As sementes originam-se a partir da fecundação da oosfera (gameta feminino), contido no óvulo. Em gimnospermas, o zigoto produzido forma o embrião, que permanecerá envolvido por um tecido nutritivo do gametófito feminino. Nas gimnospermas, as sementes não ficam no interior de uma estrutura (carpelo), como ocorre nas angiospermas. Essas sementes desenvolvem-se sobre os esporófilos, que são folhas relacionadas à reprodução.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em angiospermas, um gameta masculino funde-se com a oosfera produzindo um zigoto, o qual origina o embrião, e o outro gameta, por sua vez, funde-se com os dois núcleos polares do saco embrionário, o que produzirá o tecido nutritivo. Em angiospermas, os embriões formam cotilédones, que atuam no armazenamento de substância nutritiva e também na absorção dos nutrientes presentes no endosperma, digerindo-o e enviando-o às regiões de crescimento do embrião. As angiospermas podem apresentar um cotilédone (monocotiledôneas) ou dois cotilédones (eudicotiledôneas).

As sementes são revestidas por um tegumento que é proveniente das paredes do óvulo. Geralmente, as sementes podem apresentar até dois tegumentos. No entanto, algumas delas não apresentam essa estrutura e são protegidas pelo pericarpo do fruto.

As sementes consistem no embrião da planta revestido com seu suprimento nutricional
As sementes consistem no embrião da planta revestido com seu suprimento nutricional
Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados