Vitiligo

Você está aqui:
As manchas do vitiligo geralmente se apresentam em regiões bem visíveis, como o dorso das mãos
As manchas do vitiligo geralmente se apresentam em regiões bem visíveis, como o dorso das mãos

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

O vitiligo é uma doença cutânea caracterizada por manchas brancas de diferentes formas e tamanhos. Ele atinge cerca de 1% da população, podendo acontecer em todas as raças e todos os sexos, embora apresente uma prevalência em indivíduos do sexo feminino.


Características do vitiligo

O vitiligo é caracterizado pela destruição de melanócitos ou perda de sua função na pele, bulbo capilar, entre outras partes, causando a sua despigmentação e tornando a região bastante sensível aos raios solares.

Em alguns indivíduos, surge apenas como uma ou duas manchas bem delimitadas, entretanto, em alguns casos, podem aparecer em diversas partes do corpo e, geralmente, em regiões bastante visíveis, como face e dorso das mãos, o que pode afetar a autoestima do indivíduo. Cerca de 50% dos indivíduos que apresentam a doença dizem já terem sido vítimas de preconceito. Vale aqui destacar que a doença não é contagiosa.


Causas do vitiligo

Alguns fatores estão associados ao surgimento do vitiligo, a saber:

  • Fator genético: está associado à participação de vários genes. Uma parcela significativa dos pacientes apresenta parentes de primeiro grau com a doença;

  • Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Relação autoimune: muitos casos da doença estão associados a doenças autoimunes, como diabetes mellitus e, principalmente, tireoidites;

  • Fatores ambientais: podem atuar como fatores precipitantes em indivíduos que apresentam predisposição à doença. Os principais fatores associados são estresse e exposição solar e a pesticidas.


Diagnóstico e tratamento

Antes de realizar o tratamento, é necessária a realização de um diagnóstico mais preciso de forma a descartar outras doenças. Geralmente o diagnóstico é realizado por meio de biópsias.

O vitiligo não tem cura, e o tratamento depende do tamanho e quantidade das manchas, além de ser essencial a avaliação psicológica do paciente. Assim, apenas o médico poderá avaliar e encontrar o melhor método. Alguns tratamentos hoje incluem pomadas com corticoides, estímulos para repigmentar a pele, além de opções cirúrgicas, como minienxertos, entre outros.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: