Doenças causadas por bactérias

Você está aqui:
Doenças causadas por bactérias apresentam diversas formas de contágio, sintomas, tratamentos e prevenção. São doenças causadas por bactérias: tétano, pneumonia, entre outras.

As bactérias são organismos procariontes causadoras de diversas doenças. Essas doenças apresentam diferentes formas de contágio, sintomas, tratamentos e prevenção.

As características das paredes celulares das bactérias são de grande importância no diagnóstico e, consequentemente, na determinação da melhor forma de tratamento. De acordo com essas caraterísticas, as bactérias podem ser classificadas em:

  • Bactérias gram-positivas: As paredes dessas bactérias são mais simples, constituídas por peptidoglicanos, um polímero de açúcar e polipeptídeos.

  • Bactérias gram-negativas: As paredes dessas bactérias são mais complexas do que as gram-positivas, apresentando peptidoglicanos em menor quantidade e uma maior quantidade de lipídios e aminoácidos. Outra diferença entre esses dois grupos é a presença de uma membrana apresentando em sua constituição carboidratos ligados a lipídios (lipopolissacarídeos) – essa parte lipídica apresenta toxicidade. Essas bactérias são mais resistentes a antibióticos que as gram-positivas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Doenças causadas por bactérias

A seguir, alguns exemplos de doenças bastante comuns e que são causadas por bactérias:

1. Tétano

  • Agente causador: Clostridium tetani.

  • Contágio: O contágio ocorre por meio de esporos da bactéria, que infeccionam algum ferimento que tenha contato com eles. Esses esporos geralmente estão presentes no solo e na poeira.

  • Sintomas: Essa bactéria produz uma toxina neurotrópica, ou seja, que age no sistema nervoso central, causando rigidez muscular, como a da musculatura da mandíbula (trismo), podendo levar à morte.

  • Profilaxia: A principal profilaxia contra o tétano é a vacinação.

2. Disenteria bacilar ou shigelose

  • Agente causador: Shigella sp.

  • Contágio: O contágio ocorre pela ingestão de água e alimentos contaminados.

  • Sintomas: Os sintomas são diarreia com a presença de sangue, vômitos e febre.

  • Profilaxia: Beber água filtrada ou fervida e ter cuidado nos preparos dos alimentos, principalmente nos que são ingeridos crus.

3. Coqueluche

  • Agente causador: Bordetella pertussis.

  • Contágio: O contágio ocorre pelo contato com pessoas doentes. Gotículas expelidas na fala, por tosse ou espirro podem transmitir a doença. O compartilhamento de objetos também é uma forma de contaminação.

  • Sintomas: No início, os sintomas são os mesmos de uma gripe comum, como tosse, coriza, febre e mal-estar. Se não tratada, a doença pode evoluir para um quadro mais agudo de tosse, com dificuldades para respirar e para comer, e vômitos, podendo causar a desidratação e até a morte do indivíduo, principalmente de bebês.

  • Profilaxia: A melhor profilaxia é a vacinação.

4. Sífilis

  • Agente causador: Treponema pallidum.

  • Contágio: O contágio ocorre por meio de relação sexual e da mãe para o feto (transmissão vertical — sífilis congênita).

  • Sintomas: O primeiro sintoma é a presença de lesão única, principalmente na região genital, boca e ânus. Essas lesões não causam qualquer tipo de incômodo e podem vir acompanhadas da presença de ínguas na região da virilha. Se não tratada, a doença pode agravar-se com o aparecimento de manchas no corpo, febre, dor de cabeça e ínguas, alguns meses após o desaparecimento da ferida. Alguns anos após os primeiros sintomas, a doença pode apresentar a fase mais grave, com sintomas que vão desde lesões na pele até neurológicas, podendo levar à morte.

  • Profilaxia: Para evitar a sífilis, deve-se usar preservativos nas relações sexuais e fazer o acompanhamento pré-natal de gestantes e seus parceiros.

5.Tuberculose 

  • Agente causador: Mycobacterium tuberculosis (bacilo de Kock).

  • Contágio: O contágio dá-se pelo contato com as secreções do doente.

  • Sintomas: Tosse seca ou produtiva por mais de três semanas, hemoptise (tosse com sangue), fadiga, falta de ar, febre e perda de peso.

  • Profilaxia: vacinação.

Leia também: Importância do uso correto dos antibióticos


O tratamento de doenças causadas por bactérias é feito principalmente com o uso de antibióticos.

Tratamentos

O tratamento de doenças causadas por bactérias ocorre principalmente com a administração de antibióticos, podendo ser tomadas medidas complementares de acordo com a doença.

O uso inadequado de antibióticos tem sido o responsável pelo reaparecimento de diversas doenças que já não eram tão comuns, além do aparecimento de formas patogênicas mais resistentes a antibióticos. Isso se deve ao fato de que, com o uso inadequado do antibiótico, como fazendo a interrupção do tratamento antes do tempo indicado, algumas bactérias (que devido a mutações são resistentes) sobrevivem, reproduzindo-se e deixando uma nova cepa resistente. Em um novo quadro infeccioso, uma nova estratégia de tratamento deverá ser adotada, como a utilização de novos antibióticos ainda mais fortes.

O uso de antibióticos deve ser realizado de acordo com a prescrição médica, seguindo o tempo determinado, não parando o tratamento assim que seja observada a melhora dos sintomas. Assim como a duração do tratamento, os horários de administração do remédio devem ser respeitados, e seu armazenamento deve ser feito de forma adequada para que a sua ação seja eficaz.

Superbactérias

Atualmente, tem-se ouvido falar muito em superbactérias. Essas superbactérias estão presentes principalmente em ambientes hospitalares e podem ter surgido justamente pelo uso indiscriminado de antibióticos. Essas bactérias são a causa de mais da metade das infecções hospitalares, sendo extremamente resistentes aos antibióticos, levando vários pacientes a óbito.

Exercícios sobre doenças causadas por bactérias

Teste seus conhecimentos resolvendo os exercícios abaixo:

1. (PUC-Rio) Muitas doenças humanas são produzidas por vírus. Marque, na relação seguinte, a única que é de origem bacteriana.

a) Gripe

b) Caxumba

c) Tétano

d) Sarampo

e) Varíola

Resolução: letra c. A doença de origem bacteriana é o tétano.

2. (UFPB) O uso indiscriminado de antibióticos tem como consequência o aparecimento de superbactérias patogênicas, capazes de resistir a uma grande quantidade de antibióticos. As estruturas das células bacterianas, envolvidas nessa resistência a antibióticos, são os (as):

a) paredes celulares.

b) membranas celulares.

c) flagelos.

d) plasmídeos.

e) mesossomos.

Resolução: letra d. Os plasmídeos são moléculas de DNA circular presentes nas bactérias.

As bactérias são organismos procariontes causadoras de diversas doenças, como leptospirose e coqueluche.
As bactérias são organismos procariontes causadoras de diversas doenças, como leptospirose e coqueluche.
Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados