Camaleão

Você está aqui:

Camaleão é nome dado aos animais pertencentes à Família Chamaeleonidae. Acredita-se que existam entre 150 e 160 espécies diferentes de camaleões. Aqui daremos destaque a uma dessas espécies, o camaleão comum (Chamaeleo chamaeleon). Esses animais apresentam uma cabeça angulosa, onde estão presentes olhos que se movimentam independentemente, e uma língua expandida e coberta por muco. O seu corpo é estreito e apresenta uma cauda preênsil (capaz de prender).

Uma das características desses animais que mais chamam atenção é a sua capacidade de mudar de cor, o que lhes permite camuflar-se no ambiente, mas que possui também outras funções. Segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), o camaleão comum está classificado como pouco preocupante (LC).

Uma das funções da mudança de cor nos camaleões é a camuflagem.
Uma das funções da mudança de cor nos camaleões é a camuflagem.

Características gerais dos camaleões

Os camaleões são répteis pertencentes à Ordem Squamata, na qual também estão presentes lagartos e cobras, Subordem Sauria e Família Chamaeleonidae. O termo camaleão é utilizado para denominar os animais pertencentes a essa família, que abriga entre 150 e 160 espécies.

Dentre as características apresentadas pelos camaleões, podemos destacar o seu corpo estreito e lateralmente achatado, medindo cerca de 60 cm de comprimento, além dos membros verticais com patas fortes, nas quais estão presentes cinco dedos, que se organizam em grupos opostos (2 contra 3), o que lhes auxilia a agarrar, funcionando assim como uma pinça. Entre os dedos de mesmo grupo, está presente uma membrana, o que lhes confere maior força. A sua cauda é preênsil, ou seja, adaptada a se prender ou agarrar e, geralmente, apresenta-se enrolada.

As pálpebras do camaleão encontram-se fundidas sobre o globo ocular, apresentando uma pequena abertura central.
As pálpebras do camaleão encontram-se fundidas sobre o globo ocular, apresentando uma pequena abertura central.

A cabeça dos camaleões é angulosa e não realiza movimentos cranianos como os demais lagartos. Nela estão presentes olhos grandes e de movimentos independentes. Sobre o globo ocular estão presentes as pálpebras fundidas, apresentando uma abertura circular central. A sua língua é protrátil e coberta por muco, assim, o camaleão lança-a em uma distância de quase um metro para capturar o alimento, que fica preso ao muco, sendo consumido em seguida.

Leia também: Iguana – réptil que pertence à mesma ordem dos camaleões

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Habitat e comportamento dos camaleões

Os camaleões apresentam-se distribuídos principalmente na África, Madagáscar, além do sul da Europa, Arábia, Índia e Sri Lanka. Nesses locais são encontrados habitando regiões de florestas, savanas, bem como plantações. Apresentam hábitos diurnos e passam a maior parte do tempo em cima de árvores, sendo assim, são animais de hábitos arborícolas. Apresentam movimentos lentos, o que os torna presas fáceis de seus predadores.

Os camaleões alimentam-se principalmente de insetos voadores, podendo também estar incluídos em sua dieta outros pequenos invertebrados. Esses animais não saem à caça de alimento, adotando a estratégia de senta e espera (sit-and-wait), comum entre outros animais pertencentes à mesma subordem dos camaleões.

São animais solitários, não tolerando a presença de outros indivíduos em um mesmo território, assim, unem-se a outros animais apenas na época reprodutiva, que pode variar entre as diferentes regiões que habitam. Podem ser ovíparos ou ovovivíparos. As fêmeas produzem uma ninhada por ano e esta apresenta de 5 a 45 ovos, os quais são enterrados no solo. Algumas espécies, como dito anteriormente, não fazem a postura dos ovos, e os filhotes nascem após cerca de sete meses de gestação.

Veja também: Quais são os fatores que influenciam a determinação do sexo nos répteis?

Curiosidades sobre o camaleão

O camaleão é um animal que habita o topo das árvores, passando a maior parte do tempo nesses locais.
O camaleão é um animal que habita o topo das árvores, passando a maior parte do tempo nesses locais.
  • Apresentam uma coloração que pode variar conforme o ambiente, sendo influenciada, por exemplo, pela iluminação ou conforme a mudança de sensações – nesses casos, o sistema nervoso atua sobre as células de pigmentos.

  • A mudança de coloração não está relacionada apenas com a camuflagem, estando ligada também a outras funções, como a atração de parceiros e defesa de território.

  • Podem projetar a língua até uma distância de quase o dobro de seu tamanho corporal.

  • Segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), o camaleão comum está classificado como pouco preocupante, ou seja, não apresenta grande risco de extinção.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados