Doença de Chagas

Você está aqui:

Doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi e é transmitida, principalmente, através da picada de um inseto conhecido como barbeiro. Em seu hospedeiro, o protozoário vive no sangue periférico e nas fibras musculares, dentre estas destacam-se as cardíacas. Diante disso, pode-se observar como sintomas da doença distúrbios cardíacos e aumento do fígado, além de febre, mal-estar, e outras.

O tratamento dessa doença deve ser feito o quanto antes, já que os medicamentos existentes mostram-se mais eficazes na fase inicial dela. Como prevenção podemos citar o controle do inseto transmissor, colocando telas em portas e janelas e evitando entulhos em casa e nos arredores, pois são locais onde o barbeiro pode ser encontrado.

Leia mais: Malária – doença causada por protozoários e transmitida pela picada do mosquito Anopheles

A doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi.
A doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi.

O que é a doença de Chagas?

A doença de Chagas, também conhecida como tripanossomíase americana, é um problema grave e apresenta alta morbimortalidade, principalmente em países endêmicos, como é o caso do Brasil. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de sete milhões de pessoas estão contaminadas, estando a maioria na América Latina .

A doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi. Ela recebe esse nome como homenagem ao pesquisador brasileiro que a descobriu, Carlos Chagas. A transmissão ocorre, principalmente, devido à picada de um inseto popularmente conhecido como barbeiro. Já no interior do organismo humano, o protozoário pode ser encontrado no sangue ou em fibras musculares, principalmente nas do coração e do sistema digestório. Assim, um sintoma importante da doença é o aumento no tamanho do coração, fígado e baço.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Transmissão da doença de Chagas

Existem duas vias principais de transmissão da doença. A forma clássica ocorre através da picada de um inseto triatomíneo hematófago (alimenta-se de sangue) conhecido como barbeiro. Enquanto ele suga o sangue do hospedeiro, elimina fezes contendo a forma contaminante do protozoário. A picada causa uma coceira, e o indivíduo, ao coçar-se, facilita a entrada do protozoário no organismo. Outra forma comum é pela ingestão de alimentos contaminados.

Além das formas citadas, a transmissão pode ocorrer:

  • da mãe para o feto, durante a gestação;

  • em acidentes em laboratórios;

  • por meio do transplante de órgãos e da transfusão de sangue.

No entanto, é importante destacar que atualmente existe um maior controle sobre o material utilizado em transfusões, para evitar a transmissão não apenas da doença de Chagas, mas de inúmeras outras, como a aids.

Leia também: HIV e aids são a mesma coisa?

Trypanossoma cruzi
Trypanossoma cruzi

Sintomas da doença de Chagas

A doença de Chagas apresenta um período de incubação de cinco a 14 dias. Após ele, podem surgir sintomas conforme a fase da doença:

  • Fase aguda: é a fase inicial da doença, geralmente assintomática. No entanto, deve-se ficar atento, pois a doença pode agravar-se em crianças, levando a óbito. Quando há sintomas, esses podem manifestar-se como:

- febre

- falta de apetite

- mal-estar

- distúrbios cardíacos

- inflamação dos gânglios linfáticos

- inchaço em algumas regiões do corpo, como nas pálpebras, no baço e no fígado

  • Fase crônica: em alguns casos, a pessoa pode ficar durante anos sem apresentar sintomas. Entretanto, eles podem surgir com o aumento do comprometimento de órgãos, como o coração (desencadeando, por exemplo, alterações em seu ritmo de contração), e do tubo digestório, causando o inchaço de órgãos, como o esôfago.

Diagnóstico e tratamento da doença de Chagas

O diagnóstico da doença de Chagas é realizado por exames laboratoriais específicos, como a Imunofluorescência Indireta (IFI), e exames sorológicos. O diagnóstico deve feito o mais rápido possível, pois o tratamento deve acontecer ainda na fase inicial da doença, quando apresenta maior eficácia. Na fase crônica, o tratamento é feito de forma a amenizar os sintomas e evitar complicações.

Prevenção da doença de Chagas

A doença de Chagas pode ser prevenida tomando-se alguns cuidados, de forma a controlar o agente transmissor da doença, como:

  • Evitar entulhos próximos ou dentro da residência, pois são locais onde o barbeiro pode alojar-se;

  • Melhorar as construções, evitando que apresentem rachaduras e frestas, onde o barbeiro pode alojar-se;

  • Usar telas em portas e janelas;

  • Manter ninhos de aves afastados da residência, pois eles são usados pelos barbeiros para seu desenvolvimento;

  • Construir locais de criação de animais, como galinheiros e chiqueiros, assim como depósitos afastados da residência e mantê-los limpos.

  • Lavar cuidadosamente a cana-de-açúcar e o açaí antes de processá-los.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados