Carioteca

Você está aqui:
A carioteca ou envelope nuclear é um conjunto de membranas que reveste o núcleo celular de organismos eucariotos.

A carioteca, também chamada de envoltório nuclear ou envelope nuclear, é um conjunto de membranas que reveste o núcleo celular de organismos eucariotos, separando o conteúdo nuclear do conteúdo citoplasmático. Ela é constituída de duas membranas formadas por uma bicamada lipídica e proteínas associadas. Essas membranas estão separadas por um espaço (cisterna perinuclear) de cerca de 20 nn a 40 nn de distância.

A membrana externa da carioteca apresenta-se contínua com o retículo endoplasmático rugoso e há ribossomos associados à sua superfície. A membrana interna apresenta-se intimamente ligada a uma lâmina nuclear por meio de proteínas integrais. A lâmina nuclear é constituída por filamentos proteicos, que formam uma rede bidimensional, mantendo a forma do núcleo, e está ligada à cromatina. Uma matriz nuclear (constituída por fibras proteicas) também dá sustentação ao núcleo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As membranas que constituem a carioteca apresentam diversos poros, que medem cerca de 100 nn de diâmetro. Cada poro é circundado por um conjunto de proteínas organizadas (complexo do poro), que é sintetizado pelo retículo endoplasmático rugoso. O complexo do poro tem como função regular a passagem de moléculas de proteínas e RNA entre núcleo e citoplasma. Assim, o número de poros é proporcional à necessidade de passagem de moléculas, ao tipo celular e seu estado metabólico. Todos os poros apresentam permeabilidade a alguma macromolécula.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

A carioteca, membrana que reveste o núcleo, está presente apenas em células eucariontes
A carioteca, membrana que reveste o núcleo, está presente apenas em células eucariontes
Por Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe:
Artigos Relacionados