Tricomas

Você está aqui:
As plantas carnívoras apresentam tricomas que secretam substâncias para auxiliar na captura e digestão das presas
As plantas carnívoras apresentam tricomas que secretam substâncias para auxiliar na captura e digestão das presas

Curtidas

0

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

Os tricomas são projeções da epiderme constituídas por células altamente especializadas. As paredes dessas células podem sofrer lignificação e impregnação de substâncias, como a sílica, e o conteúdo de seu interior varia de acordo com o tipo de tricoma.

Os tricomas estão presentes nos mais diversos órgãos das plantas e são de grande importância para a taxonomia, pois muitas espécies podem ser identificadas pelo tipo de tricoma que apresentam.

Entre as diversas funções atribuídas a eles, podemos destacar:

  • Absorção de água e sais minerais;

  • Reflexão da luz solar, diminuindo a temperatura e perda de água nas folhas;

  • Tricomas em plantas carnívoras auxiliam na captura de suas presas;

  • Defesa física e química da planta.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Embora bastante diversificados, os tricomas podem ser classificados em dois tipos:

  1. Tricomas tectores (ou não glandulares): podem ser uni ou multicelulares. Os multicelulares podem ser ramificados ou constituídos apenas por uma fileira de células. Podemos destacar aqui os tricomas com a função de absorção de água e nutrientes, como os encontrados em raízes;

  2. Tricomas glandulares: são constituídos por uma cabeça uni ou multicelular ligada à epiderme por um pedúnculo. A cabeça desses tricomas é secretora e apresenta diversas organelas, que variam de acordo com o tipo de substância secretada. Entre os tricomas glandulares, podemos destacar os presentes em plantas carnívoras, que secretam mucilagem para capturar a presa e enzimas que auxiliam na digestão.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe: