Carpelos

Você está aqui:
O carpelo forma o verticilo mais interno da flor e é nele que estão contidos os óvulos
O carpelo forma o verticilo mais interno da flor e é nele que estão contidos os óvulos

Curtidas

0

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

Os carpelos são folhas modificadas que formam o verticilo mais interno da flor, o gineceu, onde estão contidos os óvulos. O gineceu pode ser formado por mais de um carpelo:

  • Gineceu unicarpelar: gineceu formado por um único carpelo;

  • Gineceu pluricarpelar: gineceu formado por vários carpelos. Quando os carpelos estão livres entre si, esse gineceu é chamado de apocárpico, e, quando os carpelos estão concrescidos, ele é denominado de sincárpico.

Os carpelos fecham-se e formam uma estrutura denominada pistilo. No pistilo, as sementes desenvolvem-se e, após a fecundação, ele origina o fruto. O pistilo é constituído de três partes:

  • Estigma: porção apical do pistilo. Essa estrutura apresenta, geralmente, uma superfície glandulosa, pilosa ou rugosa para auxiliar na recepção do grão de pólen;

  • Estilete: estrutura alongada e cilíndrica que liga o estigma ao ovário;

  • Ovário: porção dilatada localizada na base do pistilo e é formado por capelos fusionados. Em seu interior, estão presentes lóculos, que são câmaras onde se localizam os óvulos. Os óvulos são produzidos e fixados nos lóculos pela placenta. A quantidade de lóculos pode auxiliar na estimativa da quantidade de carpelos que deu origem ao gineceu.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Existem três tipos de placentação, ou seja, como a placenta está arranjada no ovário, determinando, assim, onde os óvulos originam-se e ficam fixados:

  • Parietal: os óvulos originam-se sobre a parede do ovário;

  • Axilar: os óvulos originam-se em uma coluna central formada pela união dos carpelos (flores com gineceu sincárpico);

  • Central livre: os óvulos originam-se em uma coluna central sem conexão com a parede do ovário.

De acordo com a posição do gineceu em relação à inserção das demais peças florais, podemos classificar os ovários e as flores como:

  • Ovário súpero e flor hipógina: peças florais inseridas abaixo do ovário;

  • Ovário médio e flor perígina: peças florais inseridas a meia altura do ovário;

  • Ovário ínfero e flor epígina:peças florais inseridas acima do ovário.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Compartilhe: